Pedro Melo Alves

Nascido no Porto em 1991, Pedro Melo Alves formou-se em Bateria Jazz (ESMAE, Porto, 2011), Piano Jazz e Clássico (ESTAL, Lisboa, 2014) e Composição Musical (ESML, Lisboa, 2015). Recebeu encomendas de instituições prestigiadas como o Guimarães Jazz, a Culturgest, a RTP e a Fundação Serralves. Tornou-se um dos músicos mais prolíficos e requisitados da sua geração, colaborando com artistas como Mark Dresser, Ra Kalam Bob Moses, Joe Morris, Sun Ra Arkestra, Eve Risser, Luke Stewart, Theo Ceccaldi, John O’Gallagher, Hery Paz e Jacqueline Kerrod.

A sua notoriedade foi solidificada por várias distinções, incluindo o Prémio de Composição Bernardo Sassetti, El Intruso Banda Revelação 2021, Músico Nacional do Ano 2017 pela jazz.pt, Premio Internazionale Giorgio Gaslini e Prémios Play 2021. Cada vez mais ativo internacionalmente, apresentou os seus projetos em eventos destacados como o Jazzahead na Alemanha, 12 Points Festival na Irlanda e Europe Jazz Conference (Portugal), entre outros. O seu trabalho é caracterizado pela atitude exploratória, fundindo circuitos estéticos que abrangem desde o jazz e a música erudita até à música eletrónica, experimental e rock.

Atualmente, lidera e compõe para projetos como a sua Omniae Large Ensemble, The Rite of Trio, In Igma, os duetos de percussão com João Pais Filipe ou Pedro Carneiro, além de participar em diversos projetos como o Luís Vicente Trio, Alma Tree com Ra Kalam Bob Moses e Vasco Trilla, Catacombe, Surma, Memória de Peixe, Tim Tim por Tim Tum, Rodrigo Brandão e Dead Club. Além disso, Pedro dedica-se à composição para Teatro, Dança, Cinema e recebe encomendas de música erudita, ao mesmo tempo que programa ciclos de música no Ermo do Caos (Porto) e Água Ardente (Lisboa).

Programação

// Code block in before body close in page settings