Abi Feijó

Abi Feijó é licenciado em Arte Gráfica e Design pela Escola Superior de Belas Artes do Porto. Foi no primeiro Cinanima (1977) que descobriu as potencialidades artísticas do Cinema de Animação. Em 1984 frequenta um estágio no Office National du Film du Canada, sob a orientação de Pierre Hébert, onde realiza o seu primeiro filme Oh que Calma (1985). De regresso ao Porto funda, em 1987, a Filmógrafo - Estúdio de Cinema de Animação do Porto onde privilegia o filme de autor e uma abordagem artesanal do Cinema de Animação.

Ao longo da sua carreira, Abi Feijó realizou diversos filmes de animação, ganhando destaque tanto nacional quanto internacionalmente. Ele é conhecido por suas técnicas inovadoras, muitas vezes combinando elementos de animação stop-motion com outros métodos. Um dos filmes mais conhecidos de Abi Feijó é "Clandestino", lançado em 1988, que recebeu aclamação da crítica e venceu vários prêmios em festivais de cinema. 

Fundou, com Regina Pessoa, a Casa Museu de Vilar, um Museu da Imagem Animada, no solar de família que herdou na freguesia de Vilar do Torno e Alentém, no concelho de Lousada, em 2014. Uma das salas é dedicada aos trabalhos do próprio Abi Feijó e de Regina Pessoa, desde a aventura do estúdio Filmógrafo até à atividade actual da Ciclope Filmes.

Programação

// Code block in before body close in page settings