Um Corvo na Cidade

Space Ensemble

Serviço educativo / Filme-concerto

Nov 10, 2023

10h30 & 14:30

Filme-concerto exclusivo para escolas e instituições no âmbito do serviço educativo do festival. Lotação esgotada.

Film-concert exclusively for schools and institutions as part of the festival's educational programme. Sold out.

Favo das Artes

Photo report

Um Corvo na Cidade é um filme-concerto do Space Ensemble, criado em parceria com o Finnish Film Contact. Neste espetáculo, a curta-metragem Varis (2004), de Esa Nissi, cineasta, músico, compositor e designer de som do Norte da Finlândia, é acompanhada por música ao vivo, criada e improvisada pelo Space Ensemble.

Em Varis (2004) conhecemos um corvo do campo que, para sobreviver ao Inverno e à escassez de alimento, é obrigado a migrar para Oulu, no norte da Finlândia, onde tem de se adaptar à vida moderna da cidade. É um documentário didático que, além da ilustração cómica da simbiose entre o corvo e o homem, expressa implicitamente uma atitude de conservação da natureza e uma crítica ao consumismo que continua atual.

A Crow in the City is a film-concert by Space Ensemble, created in partnership with Finnish Film Contact. In this performance, the short film Varis (2004), by the filmmaker and musician from Northern Finland Esa Nissi, is accompanied by live music created and improvised by Space Ensemble.

In Varis (2004) we meet a crow from the countryside who, in order to survive winter and food shortages, is forced to migrate to Oulu, in northern Finland, where he has to adapt to modern city life. It is a didactic documentary that besides the comical illustration of the symbiosis between crow and man, implicitly calls for nature conservation and expresses a criticism of modern consumerism which lasts until today.

Ficha Artística / Artistic description:

Eletrónica / Electronics - Nuno Alves
Teclado / Keyboard - Sérgio Bastos
Violino, guitarra / Violin, guitar - Samuel Martins Coelho
Bateria, percussão / Drums, percussion - Pedro Gonçalves Oliveira

Ficha técnica dos filmes / Technical description of the film

Varis (Finland 2004, 37 min, Beta SP, Color)

Realização /Direction - Esa Nissi

Escrita /Writing - Esa Nissi e Mika Ronkainen

Fotografia / Photography - Vesa Taipaleenmäki

Edição / Editing - Mika Ronkainen Rostislav Aalto

Som / Sound - Rune Hansen, Tor Vadseth

Produção / Production - Mika Ronkainen

Samuel Martins Coelho

Samuel Martins Coelho (1980) tem feito um percurso de descoberta e constante reinvenção da sua linguagem musical. Com raízes na música clássica, tem vindo a desenvolver uma linguagem muito própria, utilizando diversas fontes sonoras. O seu trabalho atravessa vários géneros e universos musicais, desde a música clássica, conceptual e experimental à improvisação.

A sua atividade artística desenvolve-se em vários projetos, tais como: Samuel Martins Coelho, EL RUPE, Estranhofone, Mods Collective, Space Ensemble, Escola do Rock, Pata Física, colaborando também nos projetos Ondamarela, NACO, Miguel Ramos, Gnomon, Hot Air Baloon e Atic. Em 2017 foi artista residente do AiR Programme, em Malta (Gozo), no âmbito do programa da Fondazzjoni Kreattivitá e Valletta 2018 (Capital Europeia da Cultura).

Nos últimos anos, tem colaborado como diretor musical, compositor e instrumentista com companhias de teatro como Teatro Experimental do Porto, Máquina Agradável, Comédias do Minho e Teatro Oficina. Desenvolve atividades com as comunidades e lidera intervenções musicais criativas, dirigidas a crianças e ao público em geral.

Ver Artista / See Artist

Nuno Alves

Nuno Alves é programador cultural desde 1993, fundador do Festival de Paredes de Coura e do Space Festival, além de curador de concertos em locais como Casa da Música e Aula Magna. Músico e diretor artístico do Space Ensemble, possui um extenso trabalho na criação de filmes-concerto com cinematografia de diretores renomados como Norman McLaren, Heikki Preppula, Lotte Reiniger, Dziga Vertov, entre outros, apresentando-se regularmente nas melhores salas de Portugal.

É o fundador e diretor da Escola do Rock Paredes de Coura, criada em 2014 e premiada como Município do Ano pela Universidade do Minho. Essa escola participa ativamente em alguns dos principais eventos de Portugal, como Vodafone Paredes de Coura, Serralves em Festa, Verão na Casa (Casa da Música), Gnration Open Day, entre outros. Atua como diretor artístico e executivo em diversos projetos comunitários, como "Uma Visita Real" em Paredes de Coura (2015), "Trilogia dos Vales" em Monção (2017 e 2022), "Retratos da Nossa Gente" em Paredes de Coura (2010) e em Guimarães – Capital Europeia da Cultura (2012), e "Floresta Animada" com escolas do 2º ciclo em cinco municípios do Alto Minho (2010).

Além disso, é o fundador e Diretor de Programação do Canal180, um canal de televisão por cabo dedicado à Cultura, Artes e Criatividade disponível na NOS, Vodafone e MEO desde setembro de 2010. Formado em Engenharia Eletrotécnica pela Universidade de Coimbra, acumula vinte anos de experiência na coordenação de equipes de desenvolvimento e no planejamento de projetos de software nas áreas de telecomunicações e transformação digital.

Ver Artista / See Artist

Pedro Gonçalves de Oliveira

Pedro Gonçalves de Oliveira inicia o seu percurso musical em 1998 como autodidata e em 1999 dá o primeiro concerto. Posteriormente, estuda bateria e percussão com o professor José Pérez e frequenta a escola de jazz do Porto.

Licenciado em Música, variante de Música Eletrónica e Produção Musical na Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco. Tem colaborado e gravado com projetos multifacetados e de várias vertentes artísticas como ElRupe, Indigo Quintet, Dada Garbeck, Unsafe Space Garden, Mister Roland, Hot Air Balloon, Maria Quê, Mods colective, Sandy Kilpatrick, Gnomon, Xícara, entre outros.

Em teatro musicou produções com as Comédias do Minho, Grua Crua, Teatro da Didascália, Companhia de Teatro de Braga e Jangada Teatro. É requisitado para participar em projetos artísticos que envolvem comunidades com Onda Amarela, Outra Voz, Discos de Platão e Caisa.

É baterista e percussionista de sessão ao vivo e em estúdio. Leciona bateria e expressão rítmica nos distritos do Porto e Braga e tem estado ligado a conceitos musicais que utilizam sonoridades tradicionais portuguesas e no ensino da percussão tradicional, dando formação, workshops, oficinas criativas e na criação de música e performances para percussão.

Ver Artista / See Artist

Sérgio Bastos

Sérgio Bastos nasceu no Canadá, em 1980. Começou a estudar piano aos 10 anos de idade, tendo estudado no Conservatório Regional de Tomar, Conservatório Nacional de Lisboa, Hot Club de Portugal e Escola Superior de Música e das Artes do Espetáculo (ESMAE), onde se licenciou em Piano-Jazz. Atualmente frequenta o Mestrado em Ensino de Música - Jazz na ESMAE.

No seu percurso profissional tem vindo a colaborar com projetos de diversas áreas musicais, tais como Space Ensemble, Serviço Educativo da Casa da Música, Serralves - Improvisações / Colaborações com Fred Frith e Mark Dresser e com Sven-Ake Johansson, Porta Jazz, Teatro A Barraca, Stopestra, Cavalheiro, Tulsa, S. Pedro, Glockenwise, Miguel Ramos e Evols.

É professor de piano e pianista acompanhador na Academia de Música de Castelo de Paiva e na Escola do Rock de Paredes de Coura.

Ver Artista / See Artist

MAIS ESPETÁCULOS